Colégio de Santo André é campeão brasileiro escolar de Tênis de Mesa em 2019

1


04 Dez - 2019

Colégio de Santo André é campeão brasileiro escolar de Tênis de Mesa em 2019

Pela primeira vez, uma única escola vence a categoria Mirim com as equipes feminina e masculina nos Jogos Escolares da Juventude, um dos campeonatos nacionais mais importantes do País

O Educandário tem muitos motivos para comemorar neste final de ano. A escola acaba de ser campeã brasileira escolar de Tênis de Mesa na categoria Mirim, que abrange atletas dos 12 aos 14 anos, com as equipes feminina e masculina. Essa é a primeira vez que uma única instituição vence a competição denominada Jogos Escolares da Juventude, um dos campeonatos nacionais mais importantes do País, com os dois times principais.

“Estamos muito felizes em nos tornarmos a melhor escola do Brasil na categoria Mirim de Tênis de Mesa. De cinco medalhas de ouro disputadas, chegamos em todas as finais e estamos levando quatro pra casa”, afirma Leandro Haruo Ishida, professor e técnico das equipes do Educandário. “Construímos, junto com nossos alunos, uma relação muito forte de carinho e dedicação, mostrando que é possível seguir o sonho de se tornar um profissional do esporte, mas nunca deixando os estudos de lado. Essa é a nossa filosofia, a filosofia do Educandário.”
Além das principais categorias por equipe, o Educandário venceu também na Dupla Mista e no Individual Feminino. A escola levou também mais duas medalhas de prata (Individuais masculino e feminino) e outra de bronze (Individual masculino). Ou seja, no total, a Instituição conquistou sete medalhas e foi a escola com o maior volume de premiações no campeonato.



O time feminino é composto pelas atletas Giulia Yuri Takahashi (14 anos), que já traz em seu DNA a paixão pelo Tênis de Mesa, por se inspirar em sua irmã Bruna Takahashi (19 anos), considerada a melhor jogadora da modalidade no Brasil, e Beatriz Kaori Correia Kanashiro (13 anos). Felipe Hideki Doti Arado (13 anos), que também tem uma relação forte com a modalidade por herdar o talento do pai Francisco Arado, o Paco, treinador da seleção brasileira masculina de Tênis de Mesa, e Arthur Mascarenhas de Sant'Ana (14 anos) completam o time masculino do Educandário.

“É incrível o sucesso que o Tênis de Mesa faz na nossa escola”, diz Piero Trentim, coordenador de Esportes do Educandário. “Na maioria das escolas, as turmas de futebol, vôlei ou basquete são as primeiras que esgotam. No Educandário, é claro que também há uma adesão forte para essas modalidades, mas as vagas para o Tênis de Mesa são as mais concorridas. Muitos alunos novos que chegam na escola e não conhecem esse esporte escutam os amigos, se inspiram nos nossos atletas e começam a praticar. Foi o caso da Beatriz e do Arthur, que hoje se tornaram campeões brasileiros. O Tênis de Mesa virou uma febre no Educandário e desde sempre, nós incentivamos nossos alunos a frequentarem as aulas. Sempre brincamos: O Tênis de Mesa é o nosso futebol”

“Educandário – Há 70 anos construindo sonhos”
O Educandário é uma escola tradicional localizada na cidade de Santo André, São Paulo. Este ano, a Instituição está completando 70 anos de atividades na região e é reconhecida por inovar no ramo da educação, trazendo tecnologias e teorias socioconstrutivistas que agregam valor aos alunos.

Como exemplo, a escola é a primeira do ABC a colocar em prática as Salas de Múltiplas Inteligências, conceito baseado na teoria das Inteligências Múltiplas do psicólogo norte-americano Howard Gardner. Além disso, o Educandário é a primeira Microsoft Future School da América Latina.

Com as turmas de Educação Infantil, na unidade denominada Educandinho, e alunos das turmas do Fundamenta I e II, que abrange dos 2 aos 14 anos, a escola busca mostrar aos alunos a importância de se dedicar aos estudos para que seus sonhos se tornem realidade.

Jogos Escolares da Juventude
Maior competição estudantil do Brasil, os Jogos Escolares da Juventude reúnem jovens de 12 a 14 anos e de 15 a 17 anos, de escolas públicas e privadas de todo o país, em 14 modalidades. A competição foi criada pelo COB em 2005.

O evento é dividido em três etapas regionais, destinadas a classificar as modalidades coletivas, e uma etapa nacional, com ambas as categorias, reunindo mais de seis mil atletas de todos os estados.

A competição contempla mais de 2 milhões de jovens nas seletivas municipais e estaduais, organizadas pelos estados e municípios, representando 40.000 escolas de 3.950 cidades do Brasil.
 
 
Texto: Maurício Mancini
Fotos: Divulgação